Faça um Tour!

Pais participativos geram melhores resultados do que pais ausentes

 

Quando os pais participam ativamente da vida de seus filhos e se engajam, inclusive, no cotidiano escolar da criança, a tendência é que os alunos se dediquem e se esforcem mais, por se sentirem amados e apoiados.

O pai que procura saber sobre a relação dos filhos com os professores, comportamento em sala de aula, notas e dificuldades nas matérias normalmente está disposto a ajudar o professor a vencer os desafios em sala de aula, adotando medidas complementares em casa. Isso, inevitavelmente, promove uma melhora no desempenho do aluno.

 

 

Para a boa relação entre pais e filhos, alguns pontos são bem importantes, confira:

  • Conversas diárias sobre acontecimentos do cotidiano.

  • Expressões de afeto.

  • Comentários em família sobre livros, notícias de jornal, revistas, programas de televisão.

  • Visitas em família a bibliotecas, museus, jardins zoológicos, lugares históricos, atividades culturais.

  • Estímulos para utilizar novas palavras e ampliar o vocabulário.

 

É importante que a família busque estimular bons hábitos:

  • Estabelecer um tempo para estudo em casa.

  • Rotinas diárias que incluem tempo para comer, dormir, brincar, trabalhar, estudar e ler.

  • Ter um lugar tranquilo para os estudos.

  • Interesse da família em hobbies, jogos e atividades com valor educativo.

  • Priorizar à leitura a outras atividades como ver televisão, redes sociais e videogame.

  • Preocupação com o uso correto da linguagem.

  • Conhecimento dos pais sobre o progresso dos filhos na escola.

A eficácia do professor aumenta quando a criança já chega à escola com bons hábitos. As crianças aprendem melhor com esses estímulos vindos da família. Isso independentemente do nível socioeconômico da família.

Fonte: Escola em Movimento

ESTAMOS BEM AQUI

Rodovia Arquiteto Helder Cândia Nº 101 - Jardim Ubirajara, Cuiabá - MT